19 de dez de 2011

É Natal!... E daí?

Nesta época do ano, milhões de fiéis dirigem se ao templos de consumo de todo mundo pra reverenciar o maior símbolo das festas de fim de ano, o Papai Noel.
No altar do bom velhinho, os seguidores desta que é a maior religião do mundo - o Consumismo - não medem esforços para depositar seus sonhos materiais e seu dinheiro, esperando obter em troca felicidade, conforto e sossego, coisas que, para a grande maioria dos praticantes, dura somente até a chegada da fatura do cartão de crédito de janeiro ou até a quebra dos brinquedos das crianças.
Mas os bons consumistas não esmorecem: sua fé, se fortalece a cada data de seu calendário religioso, como os Festejos Momescos e os dias das Mães, dos Namorados, dos Pais e das Crianças, até que chegue o próximo dia de Papai Noel.
Esta religião não tem apenas um dirigente-mor, mas sim vários, que vivem de forma muito humilde em ilhas particulares situadas em lugares paradisíacos ao redor do planeta; e eles estão muitíssimo satisfeitos com a fidelidade de seu rebanho.

Um comentário:

  1. Excelente amigo Edu,

    sempre me prgunto quando as pessoas deste nosso planetinha vão se conscientizar disto. Não é preciso muito... só um pouquinho de sizo!!!
    Mas a todo ano a cena se renov... Saaras no RJ , 25 de março em Sampa, o povo morrendo de alegria e esbanjando "amor"... gritando atrás dum monte de "presentes".
    O cuioso , amigo, é o "Day After": todo mundo nos shoppings trocando os presentes ganhos, pois ganharam roupas e calçados com tamanho totalmente diferentes.
    Como alguém dá, como eu vi na TV, um chinelo 36 para um colega de pé 43? ;))))
    Seremos nós, os loucos!!!???
    Ai Jesus... e o aniversário, supostamente, é Teu, amado mestre!
    Beijos,
    compartilhando no facebook

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário. Concordando ou não com ele, provavelmente nos será útil, de alguma forma.