21 de ago de 2008

Proteção total

Você entra num restaurante, num dia comum, pede um prato, senta-se e aguarda. Minutos depois, vem o garçom, trazendo seu prato e um chope que você não pediu. Você diz que não deseja o chope. O garçom leva de volta, mas informa que você deve, ao deixar o restaurante, pagar sua refeição incluindo o chope, e voltar outro dia para receber o valor pago a mais de volta, através de um desconto na próxima despesa.

Dias depois você retorna ao restaurante, não atenta para o tal desconto. O garçom e o restaurante também não. Imagine agora quantos outros chopes tenham sido assim servidos -e recusados- por outros clientes, que também não receberam os devidos descontos...

A administradora de meu cartão de crédito serviu-me um desses “chopes”, chamado “Proteção Total”, uma espécie de seguro cobrado mensalmente, para o caso de meu cartão ser indevidamente usado por terceiros. Informada a administradora de meu descontentamento com a forma de cobrança e de que não desejava o serviço, tive registrada minha solicitação (a conversa com uma atendente foi gravada, para “minha segurança”), sendo avisado que haveria o estorno do valor na fatura seguinte.

Houve? Não. Nem nova cobrança da tal “proteção”, ou seja, respeitaram meu desejo, mas não devolveram o que me cobraram indevidamente, apesar de solicitado. Acabei tendo de ligar novamente para protestar, e vou aguardar a próxima fatura.

“Entra na justiça!” ou “Cancela este cartão”, dirão alguns; “Pobre é uma m*rda!”, pensarão outros. Isso não importa. O que importa é que, neste momento, você e muita gente podem estar “bebendo chope” sem querer, ou tendo seu dinheiro (merreca, mas experimente somar o de um montão de gente!) indevidamente utilizado pela sua administradora de cartão, o que mostra que ela está antes de tudo, querendo te proteger dela mesma. A diferença entre essas administradoras e os grupos que atuam em algumas comunidades “dando” proteção aos moradores, é que as primeiras desrespeitam você dentro da Lei.

Você me conhece!

Não, o comentário desta vez não é sobre política!

Revendo e-mails que recebo de amigos, sobre a personalidade de cada signo, em horóscopos diferentes (alguns eu nem sabia que existiam), fiquei curioso e resolvi comparar o que cada um destes horóscopos “fala” sobre mim, e compartilho com você, caro leitor. (Tem alguém aí?!)

Todos são baseados no dia, mês e/ou ano do nascimento do interessado. No meu caso, 14 de julho.

Foram sintetizados, e as características com que não me identifiquei (inclusive alguns "defeitos") foram suprimidas. Vamos a eles.


GREGO – O da astrologia, do zodíaco (neste usei parte do meu mapa astral)

Signo: Câncer

Sensível, intuitivo; instinto inato para cuidar e proteger a todos que ama. Sentimental e afetuoso. Fortes ligações com a família. Receptivo aos estímulos exteriores, o que o torna vulnerável e influenciável. Atitudes e decisões regidas pelo seu lado emocional. Imaginação fértil, o que muitas vezes o confunde e atrapalha. Aprende mais por “osmose“ do que no sentido tradicional. Humor extremamente instável. Explosivo, reagem impulsivamente à menor provocação. A sinceridade é sua marca, mostrando o que sente com facilidade.

Predisposição a assumir posições de autoridade e liderança. Energia básica direcionada às conquistas profissionais, muitas vezes abrindo mão da sua vida pessoal. Dificuldade em se entregar ao prazer, em se soltar mais emocionalmente.

Leva em profunda consideração o que os outros precisam e querem. Não gosta de ficar sozinho, sentindo-se perdido quando forçado a contar consigo mesmo. Ideais elevados sobre o amor. Valoriza a segurança. Suas ações expressam graça e beleza. Sente que sua família são todos os habitantes do planeta. Busca pessoas que comungam das mesmas idéias e visão de mundo. Busca laços profundos, relações superficiais são uma perda de tempo e esforço. Sentido de justiça social e humanitária. Impulso em criar trabalhos em beneficio de alguma causa social. Interesse em áreas relativas à cura, tanto física como psicológica. Defensor dos fracos e oprimidos. Otimista, positivo e entusiasmado.

Amor à cultura e ao estudo. Perspicácia mental e curiosidade insaciável. Pendor para atividades artísticas. Aptidão para atividades que requeiram precisão. Grande energia para o trabalho. Tendência ao perfeccionismo, podendo perder-se nos detalhes. Capacidade de planejar o futuro. Mente muito prática e racional, mas, mesmo assim, se rebela contra a rotina e convenções, e tem idéias criativas para quebrá-las. Grande talento para negócios. Tende a ser formador de opinião e exercer um papel importante nos grupos a que se vincula. Enorme talento para se expressar, mesmo que não o faça freqüentemente. Mesmo pessoas que têm posições diferentes das suas são facilmente convencidas pelos seus argumentos. Geralmente capaz de avaliar as pessoas. Algumas vezes, tem um medo injustificado de sua competência profissional e de sua capacidade de ser financeiramente bem sucedido. Fica muito ansioso quando não pode controlar as situações.

Representado mitologicamente pelo caranguejo, animal aquático, protegido por rígida carapaça. A ligação com as águas simboliza sua relação mais intensa com o inconsciente e as emoções. Sentimento sempre à flor da pele, um dos motivos pelos quais costuma fechar-se em sua carapaça, quando se sente ameaçado.


CHINÊS

Signo: Coelho - Nome Chinês: ; Nome Japonês: USSAGUI


Signo mais afortunado do horóscopo chinês, símbolo da longevidade. O Coelho simboliza a graciosidade, boas maneiras. Sensatez, bondade e sensibilidade. Diplomata por excelência, político nato, mas levará uma vida tranqüila valorizando a paz e a tranqüilidade.

Como um bom afortunado, ele terá muito sucesso nos seus negócios e ascenderá rapidamente em qualquer carreira que escolher. Ele confia muito no seu próprio julgamento e é o signo mais capaz de alcançar a felicidade.

Sistemas digestivo e respiratório sensíveis.

Tendência a se entregar ou a se anular pela passividade e pelo acanhamento. Timidez extrema. É um ser tão espiritual que se sente perdido neste mundo tão materialista, por isso se esconde e se torna tão reservado em relação às demais pessoas. Essa timidez excessiva esconde um ser indeciso, com problemas de entrosamento, seja no lar ou no trabalho. Para não se perder nesse meio, necessita de uma companhia ou de um chefe ou patrão compreensivo para estimular nele alguma ambição. Na companhia de uma pessoa forte, que o obrigue a se posicionar com mais firmeza diante da vida, o Coelho pode desabrochar sua personalidade e revelar seu interior rico e extremamente sensível ao artístico e ao belo. Isso não vai tirar dele, no entanto, o seu caráter fechado, que só consegue se expandir quando deixa seu habitat natural e viaja, coisa que adora fazer. Ou então quando se dedica ao trabalho com responsabilidade e dedicação, jamais deixando uma tarefa inacabada e abominando os que assim procedem.

É impulsivo, embora não seja dotado de muita energia. Claramente demonstra seu desagrado com as coisas, mesmo não verbalizando isso. Senso de justiça muito exigente, costumam ser pessoas respeitadores das leis, pacíficas e amantes da paz. Detalhistas e minuciosos no trabalho, se dão bem em qualquer profissão que exija essas habilidades.


AZTECA
Signo: Miquiztli (Morte)

Os seus regidos são favorecidos pela sorte e por influências positivas de toda ordem. Admiráveis, mas, por vezes, temidos e incompreendidos por sua altivez descontrolada. Amigos leais, que fazem do meio em que vivem um local de otimismo e tranqüilidade. Têm muita sorte nas questões financeiras. Hospitaleiros e sociáveis; apreciam festas e eventos sociais. Quando ocupam cargos de chefia, revelam-se excelentes administradores, embora tendam a abusar da autoridade. Autoconfiantes, adoram se dedicar a doce arte da conquista.


CIGANO
Signo: Roda
Planeta regente: Lua

A Roda simboliza o movimento da vida. A vida do cigano começa e termina sobre as rodas dos carroções. É sobre essas rodas que se constituem o lar e a família, que surgem as dores e os amores. Além disso, o movimento cíclico da roda está associado ao giro do destino - o eterno nascer, crescer, morrer, renascer...

Características: Emotivo e sonhador. Preza demais a segurança, em especial no plano afetivo. Mesmo que não tenha uma vida estável ou organizada, sempre encontra um meio de se firmar em alguma coisa - que geralmente tem a ver com os relacionamentos construtivos que desenvolve ao longo da vida. Então, nos momentos difíceis, sempre tem a quem recorrer. Nostálgico e saudosista, se apega demais ao passado e dá grande valor à família e às tradições. Isso é positivo por um lado, mas, por outro, pode atrapalhá-lo no que tange aos projetos para o futuro. É importante que aprenda que o passado sirva de experiência, mas não o impeça de caminhar, avançar, evoluir. A intuição aguçada é uma arma poderosa para que tome sempre as decisões corretas.


DAS FLORES ou ATLANTE (de Atlântida)
Signo: LÍRIO

As propriedades alucinógenas da flor do lírio fizeram dessa planta um símbolo da magia para muitas civilizações, inclusive a atlante. Essa flor está associada à pureza e à dignidade.

As pessoas de Lírio são dotadas de caráter nobre. Comportam-se com retidão, firmeza e coerência. Não gostam de julgar nem de serem julgadas. São práticas, objetivas e sensatas, mas também apresentam um lado emotivo bastante forte.

Na Mitologia das Plantas, de Angelo de Gubernatis, a flor também é símbolo da fertilidade, por isso é característica das pessoas deste signo viver em função da família. Além disso, elas têm muita fé na força divina. Os Lírios costumam abandonar suas vidas nas mãos de Deus.


DRUÍDICO ou DAS ÁRVORES
Signo: ROMÃZEIRA

Símbolo da fecundidade, é uma das árvores mais importantes no imaginário das antigas civilizações européias. Seu fruto representa os ovários, e suas sementes, os óvulos prontos para receberem a fecundação.

Pessoas nascidas sob sua influência prezam demais a família e realizam-se quando têm filhos. Costumam ser conservadoras, imaginativas, protetoras e ternas. No Amor, sua prioridade é a conquista de uma vida familiar feliz. Têm enorme dificuldade em curtir relacionamentos leves e instáveis, o que realmente desejam é um compromisso sério, bem definido, e que traga dois importantes componentes: a fidelidade e o respeito mútuo. Na Profissão, se identifica com atividades que lhe permitam doar afeto para as pessoas e demonstrar seu alto grau de compreensão. Habilidade em lidar com crianças: pode se realizar nas áreas de Pedagogia, Pediatria e Psicologia infantil. Seus dotes culinários também são notáveis, o que traz boas perspectivas no ramo de restaurantes.


EGÍPCIO
Signo: Ísis

Ísis é a mais importante deusa egípcia. De acordo com a mitologia egípcia, quatro irmãos casaram-se entre si: Ísis com Osíris, e Neftis com Set. Osíris, que era muito sedutor, engravidou Neftis, e com esse ato despertou a ira de Set. Mas Ísis, numa prova de amor incondicional, ressuscitou o marido e adotou o sobrinho, e com esses atos de generosidade e desprendimento conseguiu neutralizar toda a maldade de Set.

Pessoas sensíveis, amorosas, sinceras e incapazes de guardar rancor. Possuem um forte instinto maternal e costumam cultivar um relacionamento bastante intenso com a família, além de serem "mães e pais" de todos os amigos. Têm imaginação fértil e talento para as artes e para a escrita, pois conseguem captar e traduzir as sutilezas do amor, da vida, da existência. Fiéis, tolerantes, gostam de saber que são amadas e se sacrificam por aqueles que lhes são caros. Apreciam o conforto e a tranqüilidade – inclusive, preferem um amor estável aos arrebatamentos da paixão.


SEXUAL – Baseado no Grego
Signo: Câncer

Um amante adorável, mas que precisa ser encorajado. Gosta de ser provocado e de ouvir elogios. Quem souber encantá-lo, não se arrependerá. Sabe ser ao mesmo tempo agressivo e paciente. Gosta de estar no comando da situação e de experimentar lugares inusitados. Sabe usar as mãos como ninguém...

Na cama, se dá bem com Touro, Capricórnio e Peixes.


DO SANGUE (KETSUEKI GATÁ)
Signo: Sangue A

Pessoas de sangue tipo A são meticulosas, reservadas, cheias de preocupações, indecisas, cautelosas e altruístas. Gostam das coisas organizadas e consideram que respeitar as leis e regras é essencial para a sociedade. São modestas e não gostam de exageros. Costumam se interessar pelas coisas mais quietas, delicadas e sutis. Não gostam muito de surpresas e mudanças. E, por serem muito “certinhas”, às vezes têm necessidade de extravasar através de hobbies. Em geral, são muito desconfiadas e fechadas. Preferem ter poucos amigos, mas aos quais são totalmente fiéis. Acham que têm o dever de servir a humanidade e sentem mais prazer fazendo coisas pela sociedade do que para si. Colocam as “necessidades” sociais à frente de suas vontades. Perfeccionistas, se dão bem em trabalhos que exigem atenção. Quando estão apaixonadas, são completamente dedicadas ao seu amor.


ASTROLOGIA VÉDICA
Signo: Namaruta

A astrologia védica tem uma ferramenta que ajuda a descobrir nossas experiências passadas, e dá valiosas dicas sobre a missão desta vida. Afinal, o conhecimento sobre as vidas passadas só interessa se soubermos aplicá-lo aqui e agora.

Namaruta é representado por um homem num barco sem remos, à mercê da corrente. Fala de uma pessoa que, mesmo tendo as ferramentas, não consegue decidir e tomar uma direção.

Missão: se a ambigüidade marcou sua vida anterior, nesta vida atual deverá encontrar o remo, ou seja, procurar dentro de si a capacidade de decidir e tomar as rédeas do próprio destino.


...

Basicamente, este sou eu, e antes que algum amigo discorde de um ou outro aspecto: não conduzo minha vida baseado em nenhum horóscopo; nem utilizo toda minha capacidade, nem consigo exercer todas as minhas vontades. Ainda.

Na hora de votar... II

Parafraseando episódio de “Bob Esponja”, encontrar um candidato à altura do meu voto é tarefa bem mais difícil que “achar uma palha num agulheiro”.

Agradeço os comentários das postagens anteriores, e aproveito para esclarecer quatro coisas:

1ª) Concordo plenamente que falta educação, no sentido de instrução, a muitos de nossos políticos, talvez especializada. Mas creio que a educação principal que falta, não só a eles, mas à maioria dos brasileiros, é aquela adquirida no próprio lar, a soma de valores morais e sociais que deveria ser a eles transmitida pelos seus progenitores ou responsáveis, desde a infância. Eu, por exemplo, fui educado a não jogar lixo no chão. Hoje, ando nas ruas e vejo muitas crianças sujando a rua sem qualquer repreensão ou bom exemplo de seus responsáveis. Aprendi também a respeitar as outras pessoas, principalmente as mais humildes, coisa que, se um político não aprendeu com seus pais, não o fará com seus eleitores, ainda que tenha sido instruído na Sorbonne.

2ª) Votarei para prefeito, mesmo sem meu candidato estar bem colocado nas pesquisas. Ainda tenho alguma esperança, e no caso da política, creio que algumas iniciativas tenham que partir “de cima para baixo”.

3ª) Voto nulo para vereador, como já deixei claro antes, inclusive pela razão acima; e

4ª) Não considero o voto nulo uma forma de omissão, mas uma forma democrática e legítima de protesto contra o saco de farinha que nos oferecem. O que considero omissão é não comparecer para votar por vontade própria (sem levar em conta a obrigatoriedade – que eles chamam dever cívico – e as conseqüências dessa ausência voluntária para o eleitor).

17 de ago de 2008

VENDO VOTOS.

Candidatos a prefeito e vereadores, oportunidade única! Tenho dois votos, um para cada cargo. Perfeito estado, válidos por quatro anos.

Preço: o correspondente aos orçamentos da prefeitura e da câmara para o período dos respectivos mandatos.

Motivo: aplicação preventiva nas áreas social, educacional e de saúde do município. Entrega prometida (acreditem, da mesma forma que acredito nas promessas de vossas excelências).

Vendo aos primeiros que chegarem.

Dispenso curiosos.

Tratar neste local.

...

Como acho que o preço é alto e ninguém vai pagar, voltemos à realidade. A campanha publicitária “Quatro anos é muito tempo” incentivando o eleitor a investigar os candidatos para não amargar um mau governo durante este período é muito boa. Porém, mais eficiente seria se o espaço da propaganda gratuita no rádio e na tv fosse também utilizado para informar quais candidatos já tenham “cartões amarelos ou vermelhos”, tanto na justiça eleitoral quanto na justiça comum, e os respectivos motivos. Despertaria um interesse maior pelo processo eleitoral.

Já que nos expõem facilmente aos seus nomes, números, partidos e promessas, porque não facilitar também conhecermos seus desvios de conduta, passados e presentes?

Na hora de votar, é bom lembrar que...

A Dengue

Políticos que se valem dos momentos de crise e de desgraças sociais para aparecer na mídia e atacar seus adversários não estão ocupados nem comprometidos com os interesses da população. Na epidemia de dengue no Rio de Janeiro, por exemplo, as autoridades federais, estaduais e municipais procuraram tirar proveito político de informações, atacando ou defendendo-se entre si. Verdadeiras ou não estas informações, nenhum proveito trouxeram ou trazem para a solução do problema principal: a epidemia. Os óbitos dela decorrentes, para estas autoridades, não passam de dados estatísticos. Já para as famílias, as perdas são irreparáveis.

A região mais atingida por esta epidemia na cidade do Rio de Janeiro foi a Zona Oeste, coincidentemente a que recebe menos atenção da Prefeitura. Qualquer justificativa em contrário não se sustenta diante dos números, quando comparados aos de outras regiões da cidade que recebem mais atenção e recursos, mesmo tendo uma arrecadação menor.

Ainda sobre esta epidemia, 20 picapes (de um total 218 veículos, conforme reportagem publicada em 19/03/2008 às 23h30m em O Globo - on line) cedidas pela FUNASA à Prefeitura do Rio em 2002 para o combate à dengue nunca foram utilizadas, ficando abandonadas a céu aberto num depósito em Campo Grande. Dupla negligência: da FUNASA, enviando veículos inadequados ao trabalho, e da Prefeitura, aceitando-os mesmo assim, sem providenciar sua substituição por outros.

O Trânsito e os Transportes

O trânsito no Rio e em São Paulo está cada dia pior. Uns dizem que tem muitos carros nas ruas, outros que tem muitos ônibus. O fato é que, havendo transportes coletivos e de massa eficientes e de qualidade, muita gente deixará seu carro em casa para ir ao trabalho, com mais conforto, de ônibus, metrô ou o esperado VLT.

No Rio, Há estudos, para redução das linhas de ônibus que circulam na Zona Sul, mas não se fala em estudos para aumento da oferta de linhas na Zona Oeste. Por que será que sobra em lugar e falta no outro? O metrô já chegou à Barra. De ônibus, é verdade, mas pelo menos chegou. O que falta para chegar também à Zona Oeste, ainda que de ônibus?

A CPMF

A CPMF não cumpria, por algum “motivo que desconheço”, seu objetivo principal, mas sua manutenção foi ferrenhamente defendida pelo atual governo federal, e sua extinção defendida com a mesma determinação pela atual oposição ao governo. Curioso: uns, atacando o que antes defendiam; outros, defendendo o que antes atacavam. Novamente interesses políticos acima dos anseios e necessidades da população.

A Im(p)unidade parlamentar

Que no processo de votação pela cassação de certo senador, toda a votação foi secreta, sendo ele absolvido, no final. Onde a transparência e ética, se eles se “protegem” e não podemos acompanhar seu trabalho?

A Câmara de vereadores do Rio, por sua vez, não vota projetos existentes para sua própria comissão ou código de ética.

Os Gastos públicos e a arrecadação

Poltronas massageadoras, reforma apartamentos não utilizados em Brasília, lixeiras de luxo... Há sempre um e outro escândalo envolvendo dinheiro público. Via ver que é por isso que tanta gente sonega impostos: para botar lixeiras high tech em sua própria casa, em vez de proporcionar este conforto a quem não o merece. É justo. O que não é justo é sustentar a vida nababesca de quem finge que trabalha pelos cidadãos.

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3.452/08 no último dia 12 de agosto, que cria 2,4 mil vagas de analista de políticas sociais, onerando em R$ 160,1 milhões anuais a folha de pagamentos. O argumento do Executivo: “A nova carreira vai suprir uma lacuna da administração pública, hoje carente de pessoal qualificado para elaborar e conduzir políticas sociais". (CorreioWeb, 13/08/2008 15:03). O grifo é por minha conta.

Contabilidade básica: se vai aumentar a despesa, é preciso aumentar a arrecadação ou cortar outras despesas. Nem comento o desastre, para o cidadão, da primeira hipótese. A segunda me parece mais adequada, e acho que uma ótima opção seria reduzir o número de parlamentares, ou os gastos com eles, até que se atingisse o valor equivalente aos novos gastos (R$160,1 milhões / ano).

Conclusão

A última coisa com que seu candidato (novo ou a reeleger) está preocupado é com você, eleitor.

A única coisa que ele quer de você é seu voto, para que possa tirar todas as vantagens da confiança que você depositar nele.

Se ele lhe deu ou promete que dará alguma coisa, vai tirar muito mais de você e da sua comunidade. Ele não é bonzinho; se fizer a limpeza da pracinha onde você mora ou abrir o posto de saúde 24 horas, não estará fazendo mais do que sua obrigação. Está sendo muito bem pago para atender aos interesses sociais coletivos. Quando um candidato recebe apoio de empresários, esteja certo de que eles estarão trocando favores e, você, eleitor, não está incluído nos benefícios desta troca.

Esqueça as pesquisas. Nada de votar naquele “menos pior”, já o conhecemos bem para cometer este erro. Use seu coração, intuição e inteligência. Vai que um dia dá certo...

Sim, deve haver um ou outro que seja diferente. Mas eu só votaria em alguém que conhecesse intimamente e confiasse bastante. Como não é o caso e sou obrigado a votar... “deixo a maioria escolher o NOSSO destino”.

8 de ago de 2008

A esperteza e a mediocridade...

...andam sempre de mãos dadas, chegando-se a confundir, por vezes, uma com a outra.

(Não é provérbo chinês...)

Ladrões de Sonhos

Muitas coisas podem ser roubadas; de variadas maneiras, por motivos diversos, para vários fins. Sonhos, inclusive. Não descuide dos seus; mesmo que possam parecer facilmente substituídos, não dê oportunidade para que oportunistas quadrienais - ou quaisquer outros em pele de cordeiro - os surrupiem de você.

Reciclagem de panfletos políticos

Panfletos são papéis, que podem ser reutilizados muitas vezes. Os políticos, que não servem para nada mesmo, indo quase sempre sujar nossas ruas e entupir nossas caixas de correios e galerias de esgotos, poderiam ser impressos somente na frente, deixando o verso livre para rascunhos, uma maneira imediata de aproveitamento. Politicamente correto (se é que isso existe... melhor: ecologicamente ou socialmente correto).

Corromper é...

A corrupção é um câncer que começa no executivo, ainda que o executor de nada saiba. Evolui e se ramifica por todo corpo nacional, terminando numa pizzaria perto de você. Incontáveis vítimas, se levarmos em conta seu longo curso. Fatais ou seqüeladas, física e/ou moralmente.
A nação precisa urgentemente de tratamento especializado e adequado. Doses fortíssimas, nas eleições. Quem vai aplicar? Exercite sua imaginação...