27 de jun de 2012

10 por cento do PIB para Educação aprovado na Câmara em junho/2012!

A Câmara aprovou o Plano Nacional de Educação, que inclui uma meta de investimento de 10% do PIB em educação, a ser alcançado no prazo de dez anos. 10 anos! Mas já é um começo...
O plano prevê, também, entre outras coisas, a equiparação da remuneração dos professores com a de outros profissionais com formação superior.

A conclusão da votação do PNE, adiada diversas vezes, se deu em parte pela PRESSÃO DOS ESTUDANTES que lotaram o plenário da comissão.

Falta agora a aprovação no Senado e, depois, a sanção presidencial.

Aloizio Mercadante (por hora, Ministro da Educação):
"É uma tarefa política difícil de ser executada”.
O MEC diz que estudará as repercussões e as implicações da decisão e aguardará ainda a tramitação do plano no Senado Federal.

(Fonte: Estadão)

Me parece que ministro e Ministério, em vez de lutar por isso, torcem contra.

Que no final das contas, os recursos cheguem onde realmente devem chegar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Concordando ou não com ele, provavelmente nos será útil, de alguma forma.