21 de dez de 2010

Quinze anos de "Então é Natal"...

Há quinze anos, nessa época, somos bombardeados onde quer que estejamos, com a Simone cantando a versão de Cláudio Rabello para Happy Xmas - War is Over, de Lennon e Yoko.
Nunca gostei da versão - embora na competentíssima voz e no talento inquestionável de Simone - simplesmente por não apreciar muito versões nacionais para sucessos compostos em outras línguas; mas acho que faço uma ou outra exceção.
No caso de Então é Natal, o espírito natalino - a meu ver - se perde nas inúmeras repetições. Em todo canto está tocando a música. A original, na voz de Lennon, me soa bem aos ouvidos, mas mesmo assim com reservas. Será que não dá para tocarem, regravarem, criarem outras músicas natalinas?
Ah, ia esquecendo daquela de Ano Novo, "Marcas do Que se Foi" (de Roberto Pera e Flecha). Figurinha fácil, tanto quanto "Fim de Ano" (Adeus Ano velho, feliz Ano Novo...), de Francisco Alves e David Nasser.

Algo de novo no Front? Hein, hein?...


Fonte: http://letras.terra.com.br

2 comentários:

  1. É, a versão e indigente mesmo. Tena ser literal e consegue a proeza de, sendo literal, destruir o sentido da letra original. Quem dera se conseguisse, a esta altura, ouvir a música do John direito, com frescor de novidade. Ia-se ver que é uma canção maravilhosa. O problema não é ela e sim o que fazem dela, como o Clube da Esquina é sensacional, mas os bichos grilo são um saco...

    ResponderExcluir
  2. Depois de tantos anos de amizade, acho que você já sabe como eu vejo este "Natal" que vendem por aí... Nem precisa de música ruim para dar o tom da brincadeira de mau gosto que fazem com a gente todo ano. Se eu fosse o responsável pela trilha sonora, atacaria de Garotos Podres! (http://www.youtube.com/watch?v=Ih2sjlmMSeE)Uma palhinha...

    "Por que?

    Aqui não existe natal!
    Aqui não existe natal!
    Aqui não existe natal!
    Aqui não existe natal!

    Por que?

    Papai noel filho da p@#7
    Rejeita os miseráveis
    Eu quero matá-lo!
    Aquele porco capitalista"

    Feliz Natal?

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário. Concordando ou não com ele, provavelmente nos será útil, de alguma forma.