28 de fev de 2008

3/3 de novela

Se dividíssemos o tempo de duração de uma novela em 3/3 (três terços), ficaria assim:

1º terço:
Importante para a ambientação do espectador e conhecimento do tema e perfil dos personagens;

2º terço:
Importante para as reviravoltas da trama, acentuação do conflito entre protagonistas e antagonistas;

3º terço:
Nenhuma importância, muita enrolação e merchandising (prefiro o termo inscript advertising!). É nesta fase que acontecem os grandes absurdos, os devaneios de autores e diretores. (É quando tenho dó de nossos maiores astros).

A única coisa que acontece de interessante no terceiro terço é o final da novela, quando acontece o que prevíamos já no primeiro terço e certificamo-nos no segundo. A graça em assistir ao final, para os menos atentos, é a de confirmar ou não O QUE aconteceria. Para os mais atentos (que procuram outras ocupações durante o terceiro terço) COMO aconteceria. Para estes últimos, o mais irritante e/ou lamentável é assistir a falta de criatividade e ousadia dos novelistas, extremamente repetitivos à cada história.

2 comentários:

  1. Você ainda vê novela? Acho que muita gente migrou para as séries americanas graças a TV por assinatura. Mas, eu ainda acho a maioria dessas séries que as pessoas adoram umas porcarias. Nada contra os americanos, já que gosto muito deles (quase um crime nos dias de hoje), mas eles fazem cada c@#$%a na TV, coisas constrangedoras como todas minisséries nacionais (menos uma)...

    ResponderExcluir
  2. Vejo praticamente tudo em tv, sem acompanhar nada por muito tempo. Já vi muitas novelas, mas de tanta repetição, cansei. As das seis, na Globo, pelo menos tem uma comédia ingênua agradável.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário. Concordando ou não com ele, provavelmente nos será útil, de alguma forma.