3 de set de 2008

Quatro horas é muito tempo.

Gosto da campanha da Justiça Eleitoral para o voto consciente nas eleições 2008, defesa contra os maus políticos, principalmente do comercial do cara que, quando fica nervoso, começa a sapatear. Situação absurda, na vida real, mas hilária no anúncio, porque é tratado como coisa séria. Minha mãe, velhinha, quase acreditou que o outro cara, do outro comercial, vivia há quatro anos com uma abelha no ouvido! Consegui convencê-la, com alguma dificuldade, de que esse caso é ficção.

A partir daí comecei a pensar na dupla utilidade da campanha. Muita gente sofre com outros problemas - ou inconveniências - reais por muito tempo, e nem se dá conta disso. Do calo no pé ao emprego que não satisfaz, passando pelo consumo compulsivo ou pelo marido violento, entre outras coisas, talvez agora estas pessoas conscientizem-se também que podem fazer algo a mais por si mesmas, seja por conta própria ou buscando alguma ajuda profissional.

Quatro minutos, quatro horas ou quatro anos, dependendo do tamanho do incômodo, é realmente muito tempo.

Cuidemo-nos!

Um comentário:

  1. Bem amigo!! Realmente e importante o comercial chamando a atencao do publico que tem que escolher um politico que vai governar pros brasileiros daqui a 4 anos!! Porque alguns esquecem,mas eles serao nossos representantes perante ao orgao popular, nesse caso agora a assembleia municipal. Agora? achou correto a justica deixar que candidatos que tenham processos na justica em aberto e que AINDA nao foram julgados poderiam participar a concorrer nessa eleicao?!! Bem e o que dizer que um candidato a um cargo publico,se passar pelo concurso,e no ato da inscricao, dizer que tens processos judiciais seja ele de que natureza for !! Acha que essa pessoa SERA EMPREGADA ? Segundo soube me parece que nao. Mas claro que vai denpender do tipo de concurso e do cargo que sera ocupado !! Soh sei que jah venho ouvindo falar de " REFORMA ELEITORAL " desde do inicio do governo FHC, e passou 8 anos dele, jah esta quase em 8 anos de LULA, E NADA !! NADA DE NADA DE NADA !! Entao terei que concordar com senhor ROBERTO JERFERSON, quando falou uma vez na entrevista que se ele era favoravel a campanha com dinheiro publico, e ele foi categorico dizer que TANTO FAZ,que "a grana vai rolar de qualquer jeito !!" ( e nao tenho aqui carta branca pra defender candidato A ou B , partido A ou Partido B !! ). E pra fechar esse papo muito bom. E triste que isso nao acontece soh aqui no Brasil. Recentemente nos USA. O senhor Bil Cliton, esperneava o canditado do partido dele o Obama,falando mal dele,pra terem votos pra esposa dele. E depois com a cara mais deslavada possivel foi a convenssao do partido pedir votos pro proprio Obama !! Cah pra nos! E MUITA CARA DE PAU !!

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário. Concordando ou não com ele, provavelmente nos será útil, de alguma forma.