3 de set de 2008

Aborto Elétrico

Precisei interromper o trabalho no Corel para escrever... Ouvindo, simultaneamente, o DVD que acabo de ganhar do meu irmão, “Aborto Elétrico”, do Capital Inicial, fui arremessado a um passado do qual conhecia parte: o início da história da Legião Urbana/ Renato Russo e do próprio Capital.

“Fátima” foi a canção responsável pela interrupção do trabalho. A versão, mais próxima do original – como as demais do DVD- é primorosa. Há que se fazer um exercício mental para imaginar Renato cantando, em vez do vocalista Dinho, que se esforçou muito para deixar de lado suas firulas vocais, o que deu uma ótima qualidade ao trabalho. Puro rock’roll. Ou punk rock, como você preferir.

A trajetória daqueles jovens me remeteu a alguns de meus sonhos e ideais deixados para trás, para me tornar uma pessoa comum.

A vida que agente leva não é nada igual aos anúncios de refrigerante, nem aos de cerveja (o bar da “Boa”, por exemplo, só na ficção mesmo. Infelizmente.)...

Um comentário:

  1. Pior era engolir os heróis que venciam obstáculos naturais de rara beleza: corredeiras, desfiladeiros, matas fechadas... e depois curtiam uma chupetinha do capeta (também conhecida como cigarro). Para casos assim, ainda bem que minha vida foi e é bem diferente... creio existir um inferno só para maus publicitários... afinal, eles nos vendem ilusão para quê?

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário. Concordando ou não com ele, provavelmente nos será útil, de alguma forma.