15 de nov de 2007

Datas especiais: (Março 2007) A Mulé e a música.

Mulher. Fonte de inspiração na música para muitos autores e intérpretes.

Na maioria das canções, foram ou são idolatradas; em outras, provavelmente pela evidente inabilidade masculina em algumas vezes lidar com o sexo oposto, depreciadas.

Seja qual for o motivo pelo qual elas tenham sido cantadas, presto aqui minha singela homenagem, citando algumas das melodias cujos títulos incluem o nome de algumas mulheres (meu único critério de escolha!). Se o seu nome não aparecer, a culpa é dos compositores ou da minha falta de tempo em pesquisar mais...

Ah! Tem músicas de estilos e épocas diferentes. Beijos! Feliz dia de hoje!

Adelaide - Inimigos do Rei
Alice – (Leoni / Paula Toller / Bruno Fortunato) Kid Abelha
Aline – Christophe
Amanda – Boston
Amélia - Mario Lago e Ataulfo Alves
Ana – Pixies
Anna Júlia – Los Hermanos
Anne of Cleves - Rick Wakeman
Angelica – Duke Ellington e John Coltrane
Aurora – Mário Lago e Roberto Roberti
Barbara Ann – Beach Boys
Beatriz - Chico Buarque e Milton Nascimento
Camila, Camila – Nenhum de Nós
Cândida - (T.Wne/I.Levine) The Fevers
Carla – LS Jack
Oh! Carol – Neil Sedaka
Carolina – Chico Buarque e Luiz Cláudio Ramos
Catherine of Aragon – Rick Wakeman
Cecilia – Simon & Garfunkel
Clara - Caetano
Clarice - Caetano
Clarisse –Legião Urbana
Cleo – John Cale
Christine sixteen – Kiss

Conceição - Dunga, Jair Amorim
Cristina – Tim Maia
Daisy – Kevin Johansen & the Nada
Dani - Biquini Cavadão
Deborah - Jon Anderson e Vangelis
Diana – Boca Livre
Dinorah -
Ivan Lins e Vitor Martins
Dora - Dorival Caymmi
Doralice – Antonio Almeida, Dorival caymmi
Elis Elis - (E. Natolo Jr./ M. Simões) Emílio Santiago
Elisa – Serge Gainsbourg
Emília – Roberto Silva
Valsa de Eurídice - Vinícius de Moraes e Tom Jobim
Frida – Sanseverino
Modinha pra Gabriela – Dorival caymmi (?)
Geni e o Zeppelin – Chico Buarque
Glória – Pixinguinha
Guinevere - Rick Wakeman
Helena - My Chemical Romance // Biafra
Iolanda - Pablo Milanés, versão de Chico Buarque
Iracema –Adoniran Barbosa
Irene – Caetano Veloso
Isabella - Billy Blanco
Isis – Bob Dylan
Izaura – João Gilberto
Jacqueline – Franz Ferdinand
Baby Jane – Rod Stewart

Janette – Lamartine Babo
Janine – David Bowie
Joanna - Kool & The Gang

Julia – Beatles
Juliana – Antonio Adolfo
Juracy – Vassourinha
Kátia Flávia – Fausto Fawcett
Laura – Alcyr Pires Vermelho, João de Barro (Braguinha)
Layla – Derek & the Dominoes
Lea – Toto

Valsa para Leila - Guinga e Aldir Blanc
Lígia – Tom Jobim
Lilian - Depeche Mode
Luciana - Vinícius de Moraes e Tom Jobim
Lucille – Little Richards
Luiza - Tom Jobim, Chico Buarque e Francis hime
Madalena - Ivan Lins e Ronaldo Monteiro de Souza
Magdalene – Boston
Maggie Mae – Beatles
Maria, Maria - Milton Nascimento
Maria Joana – Sidney Miller
Mariana – Luis Gonzaga & Gonzaguinha
Mariane - Legião Urbana
Marina - Dorival Caymmi
Martha my dear - Beatles
Proud Mary - Creedence Clearwater Revival

Melissa – Bide ou balde
Michelle - Beatles
Natasha – Capital Inicial
Odete – Sergio Sampaio
Regina Let’s go - CPM 22
Renata Maria – Ivan Lins e Chico Buarque
Risoleta – Moreira da Silva
A Rita - Chico Buarque
Roberta – Peppino di Capri
Rosa – Pixinguinha e Otávio de Souza // Dorival Caymmi
Rosalyn – Pretty Things
Rosanna – Toto

Roxane – The Police
Sandra – Gilberto Gil
Sandra Rosa Madalena - Sidney Magal
Sara - Jefferson Starship // Fleetwood Mac
Sebastiana – Jackson do Pandeiro
Sílvia - Chico Buarque
Solange (So lonelly) – (Sting)Versão: Leo Jaime e Leoni
Sônia (Sunny) - (B. Hebb) Versão: Leo Jaime e Leandro
Stella – (Fábio/Paulo Imperial) Fabio
Stephanie says - Lou Reed
Sueli – Alcides Gerardi
Suzanne – Leonard Cohen
Oh Suzie Q – Creedence Clearwater Revival
Calúnias (Telma eu não sou gay) – (v.de “Tell me once again”- B. Anderson) - Ney Matogrosso
Teresinha - Chico Buarque de Hollanda
Tetê - Roberto Menescal, Ronaldo Bôscoli
Call On Me Valerie - Steve Winwood
Vera Gata - Caetano Veloso
Virgínia – Mutantes
Zoraide – Ultraje a Rigor

Finalizando, há uma muito bonita cantada pelo Lenine – Todas elas juntas num só ser – em que aparecem alguns destes nomes e fala de outras anônimas mulheres, também muito inspiradoras. Vale ouvir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Concordando ou não com ele, provavelmente nos será útil, de alguma forma.